15 de jan de 2016

Alimentos orgânicos


Estava eu lendo uma noticia super interessante no site Carta Capital com o titulo de “A forma como você se alimenta é um ato político”, e achei tão interessante que resolvi compartilhar com vocês. Se trata de uma entrevista com a nutricionista Elaine de Azevedo, pesquisadora do Centro de Ciências Humanas e Naturais da Universidade Federal do Espírito Santo, ela acaba de escrever um livro sobre o assunto e deu uma entrevista ao site que vale a pena conferir, vou sintetizar para vocês e dar minha humilde opinião de amante/aprendiz da  área de gastronomia.

Elaine tem a interessante teoria de que a produção de alimentos orgânicos geraria uma melhora social extremamente ampla, visto que ao valorizar o agricultor (80% da produção de orgânicos é familiar) consequentemente a vida nas grandes cidades melhoraria no quesito desemprego, violência e poluição. E essa história de que os orgânicos não supririam a demanda mundial e pura balela inventada pelas grandes industrias de agronegócio. E que é preciso que tenhamos consciência dessas e outras coisas a respeito do assunto para que o financiamento do governo aumente para produtos orgânicos e os preços abaixem, atualmente o financiamento é de 25% para agricultura familiar e 75% para agronegócio.

Quanto ao alimento orgânico, a nutricionista diz que não possui maior valor nutricional, mas melhor valor nutricional, com valor nutricional mais adequado e equilibrado, ao contrário do que normalmente consumimos que muitas vezes se torna cancerígeno por causa dos venenos. Elaine ainda propõe duas coisas interessantes sobre a dieta da população:

1 precisamos reduzir nosso consumo de proteína;

2 dieta culturalmente ajustável;

Como assim? O mundo possui uma dieta alimentar mais ou menos padronizada, todos comem mais ou menos as mesmas coisas, e isso não é natural e nem interessante para nossa saúde (e convenhamos nem para nossa cultura). Como exemplo ela diz que o azeite por exemplo, não é gordura a ser usada nos trópicos, nossos óleos aqui são o óleo de coco e de palma.

E é aí que eu me vejo na área de gastronomia a procura de uma sobremesa em pleno Brasil, e só de pesquisar no google já dá pra ver que chove receitas com morango, cereja, etc. Pra achar uma com mamão, manga, carambola, acerola, e outras frutinhas nacionais é um custo! E nossas frutas são tão boas quanto. Acontece que estamos importando as frutas e as receitas, ao invés de ir naquelas árvores que encontramos no meio do caminho, colher e desenvolver nos mesmos nossa cultura e culinária local. Isso me assusta enquanto amante/aprendiz de gastronomia.


Convido vocês a lerem a entrevista e debaterem o assunto, depois disso fazer umas receitas muito loucas com coisas bem brasileiras e compartilhar com a gente. O que acham? Papo sério né? Mas é comida pessoal...comida! Comentem aí ;)

7 de jan de 2016

Cuidado Com Os Cachos





Todo cabelo gosta e precisa de muitos cuidados, mas os cachinhos em especial precisam de atenção redobrada! Por quê? Porque os cachos dificultam que os nutrientes recebidos pela raiz cheguem às pontas dos cabelos. Podendo o cabelo ser oleoso na raiz e seco nas pontas (como o meu). E aí minha amiga não tem formula secreta pra beleza dos cachos!

Muita gente me pergunta o que eu uso pro meu cabelo ficar do jeito que é, mas a verdade é que eu estou sempre mudando meus produtos e buscando novas alternativas tanto de hidratação quanto de finalização porque tenho aquela sensação de que o cabelo acostumou e o produto já não faz mais efeito. Acho que o meu “segredo” e que como tive cabelo cacheado a vida toda (digo isso porque muitas cacheadas optam por matar os cachinhos com químicas ou chapinhas), e sempre mudo meus cremes e estou sempre em busca de novidades, eu já conheço meu cabelo o suficiente pra saber o que vai fazê-lo ficar como quero.



Por um lado fico meio triste por ouvir tanto esse tipo de pergunta, pois meu cabelo tem naturalmente um volume bem controlado, não é um desses divônicos mega-power-volumosos que estão finalmente tendo visibilidade e apreciação! Minha raiz é meio lisa então esta sempre bem baixinho, e quem me pergunta isso, geralmente deseja um cabelo assim...mais liso possivel! A impressão que da é que se elas não podem ter o cabelo liso talvez possam ter o cabelo mega controlado como o meu. Desencana gente! A beleza do cabelo cacheado está exatamente na heterogeneidade!

Isso tudo é parte de um “drama” muito sério e extremamente profundo pelo qual muitas cacheadas passam, e que acho que não cabe falar aqui. O que cabe é compartilhar o meu conhecimento do que funciona no MEU cabelo para que vocês se inspirem e catem umas ideias pra acrescentar no tratamento do cabelo de vocês.

Os produtos que estou usando no momento são:


Dessa Linha uso o shampoo, condicionador e máscara. Eu tinha um problema sério de queda de cabelo na hora de pentear e tudo mudou com essa linha de produtos que caiu de paraquedas na minha vida quando eu ganhei uma amostra numa feira de cosméticos. Extremamente hidratante sinto que até relaxa meu cabelo, os fios ficam mais leves, a raiz mais lisa, muito muito hidratado, mas aparenta mais o friz e não fica nada alinhado e os cachos não ficam definidos, e isso eu resolvo com uma finalização de paciência chamada fitagem, o resultado é incrível a definição é magnífica vale toda a paciência necessária!



Dessa linha uso também o shampoo, condicionador e máscara. Esse eu tenho usado com mais frequência, depois que descobri a linha anterior eu descobri esse que não é tão hidratante, mas também é ótimo e não possui os mesmos problemas resultados de uma mega hidratação no meu cabelo.



Para dias de umectação, esse shampoo de limpeza profunda.


Meu creme de pentear atual.

Eu também uso óleo de rícino e já falei tudo sobre ele aqui no blog, às vezes faço uma hidratação de maisena, às vezes acrescento azeite na minha mascara de hidratação, e também uso óleo de côco que como boa cozinheira, tenho paciência para extraí-lo eu mesma do côco seco (e ainda me sobra leite de coco e coco ralado pra fazer um beijinho incrível!).

Minha finalização em dia de lavagem é a fitagem (que consiste em separar o cabelo em mechas para a aplicação do creme de pentear para que assim as mechas fiquem divididas e o creme melhor espalhado por todo o cabelo), em dias pós lavagem (também conhecidos de day after) eu borrifo água na raiz, e nas partes mais ouriçadas, amasso os cachos com as mão sujas de creme e quando tem tempo eu seco com o secador amassando bem os cachos para que o secador modele eles (resultado maravilhoso!), quando não dá eu deixo ele secar com o vento, e enquanto seca fico fazendo o mesmo movimento de amassar os cachos com as mãos, para que eles sequem bem definidinhos.

Meu objetivo na finalização tem sido o volumão glamouroso que tá em alta, nem sempre eu consigo mas quando consigo também.. sucesso total! E meu objetivo na hidratação agora é crescimento e fortalecimento, por isso também já iniciei esse ano começando o cronograma capilar. É importante com qualquer tipo de cabelo estar aberto a novas maneiras de inovar e melhorar sempre, porém é importante ter responsabilidade e usar produtos confiáveis, certificar-se de que alguém usou e aprovou, e pesquisar sobre os componentes de cada produto para saber o objetivo dele, e poder avaliar melhor o resultado dele. E quanto a novidades de hidratação, hidratação caseira, e produtos em geral que não possuam uma marca a ser responsabilizada, pesquisem e pesquisem e depois pesquisem de novo! Há muitas receitinhas caseiras de hidratação mas muitas delas não fazem diferença ou podem até fazer mal, por isso ao invés de pesquisar os prós, pesquise antes os contras desses procedimentos.


Mas e vocês? Como estão seus objetivos, seus cachos, seus tratamentos? Partiu começar o cronograma com a gente? Tem mais alguma dica pra compartilhar? Comenta aí em baixo galera!

4 de jan de 2016

Cronograma Capilar!!!

Ei gente,

Hoje vamos começar nosso Cronograma Capilar, que muitas de vocês já ouviram falar né? Essa nova onda tem objetivo de criar uma “agenda de tratamento” para os seus cabelos com a função de repor ativos e nutrientes perdidos naturalmente no dia a dia.

Ele divide-se em 3 etapas: hidratação, nutrição e reconstrução.

Para quem está iniciando o tratamento e recomendado seguir a tabela oficial do programa. Ela é completa e válida para todos os tipos de cabelo. É um agenda mensal e composta de 8 hidratações, 3 nutrições e 1 reconstrução. As etapas não podem ser feitas no mesmo dia, e é preciso dar um intervalo mínimo de 48 horas entre elas.

A tabelinha a seguir simplifica bem isso:


Qual a diferença de cada etapa?

1) Hidratação:  Tem a função de repor a água aos fios (Reposição Hídrica), é indicada para cabelos com frizz, sem brilho e ressecados.

O que deve conter nos produtos? Silicones, Aloe Vera babosa), Pantenol (Bepantoldex-pantenol), Vitaminas, frutas, ervas, Glicerina ou Glicerina vegetal, Extratos botânicos, mel, Sacarose ou derivados do açúcar etc.

Resultado: Cabelos maleáveis, macios e brilhantes.

2) Nutrição: Tem a função de repor óleos, lipídios e nutrientes, ou seja, a oleosidade natural aos fios. Éindicada para cabelos muito ressecados e porosos. 

O que deve conter nos produtos? Tutano, Óleosvegetais extravirgens (Abacate, oliva, coco, rícino, semente de uva, karitê, linhaça, cupuaçu, cacau etc.), manteigas(karité, cacau, abacate, cupuaçu e muru) e ceras vegetais.

Resultado: Cabelos Suaves, menos volume e frizz.

3) Reconstrução: Tem a função de repor proteínas e aminoácidos (Reposição Protéica), reconstruindo e reestruturando o fio. É indicada para cabelos com queda e quebradiçosQuem tem químicas ou expõe os cabelos às altas temperaturas do secador e chapinha precisa fazer reconstrução a cada 15 dias. Quem não faz nada disso pode fazer 1 vez ao mês. Deve ser feita após uma hidratação e uma nutrição.Não se esqueça de passar condicionador após, para dar emoliência ao cabelo.

O que deve conter nos produtos? CreatinaQueratina (Seus aminoácidos, Cisteinaserina , prolinaargilina), Colágeno, Proteínas Vegetais (Proteína de trigo, de soja, de milho).

Resultado: Cabelos forte, resistentes e reestruturados.

 Como vamos começar o tratamento hoje, tiramos uma foto dos nosso cabelos e daqui 30 dias postamos como estão os resultados. 



Estamos preparando os posts sobre os produtos que vamos usar. Como temos cabelos totalmente diferentes, os produtos também serão diferentes.

E vcs meninas, já fizeram cronograma capilar? O que acharam?

Beijos!