5 de abr de 2012

Culinária de Páscoa: Torta Capixaba


A Semana Santa vem aí e com ela a Páscoa. É comum entre os católicos a abstinência de carne neste período. Sem levantar bandeira pra nenhuma religião (cada um tem a sua e tem que ser respeitada), o post de hoje vai dar uma dica de culinária típica do Espírito Santo (viva os capixabas!), a Torta Capixaba.

Foto: Papo de Homem
  • História:

A Torta Capixaba é um prato tão presente na história do nosso Estado que até Pero Vaz de Caminha comentou nas cartas sobre o hábito dos índios de comerem uma mistura de frutos do mar com palmito. Segundo o historiador Adilson Vilaça, a mistura indígena não era a torta como conhecemos agora, mas com certeza foi o que podemos chamar de “tataravô” da atual.

É somente por volta do século IX que a torta como conhecemos começa a tomar forma. Os portugueses já tinham o hábito de comer frutos do mar e com a forte influência que a igreja católica possuía sobre o povo lusitano, o hábito de não comer carne na Semana Santa era seguido à risca. Foi nessa época que os portugueses tiveram a idéia de acrescentar o marisco e o bacalhau à mistura feita pelos índios. Nascia a Torta Capixaba.

Fonte: Folha VitóriaLink

Torta Capixaba

Rendimento: prato para 6 pessoas.

Ingredientes
  • Cebola, alho, azeite doce, azeitona, limão, coentro, cebolinha verde, tomate a gosto;
  • ½kg de palmito natural previamente cozido;
  • 200gr de siri desfiado e cozido;
  • 200gr de caranguejo desfiado e cozido;
  • 200gr de camarão cozido;
  • 200gr de ostra cozida;
  • 200gr de sururu cozido;
  • 200gr de badejo desfiado e cozido;
  • 500gr de bacalhau desfiado e cozido.

Modo de Preparo
  1. Prepare um refogado com cebolas, alho, pimenta, azeite doce, azeitonas e limão.
  2. Leve-o ao fogo com o palmito natural e espere até desaparecer a água e ganhar consistência.
  3. Junte, depois de limpos, desfiados, cozidos e espremidos, os ingredientes acima, mexendo até evaporar a água. Retire para esfriar um pouco. Misture uma parte da espuma de 6 claras em neve com as gemas.
  4. Quando se adicionarem os temperos aos mariscos, deve-se colocar o bacalhau para enxugar e dar liga à massa.
  5. Cozinhe à parte 6 ovos, que servirão apenas para enfeite juntamente com azeitonas e rodelas de cebola.
  6. Coloque a massa em uma panela de barro e a leve ao forno, retirando-a quando a espuma estiver bem coradinha.

Garanto que o sabor é indescritível!

2 comentários:

Jamille disse...

Oie, sou lá do grupo de blogueiras do facebook!
To seguindo o blog, retribuindo a vc!

Obrigada e volte sempre!

Bjocas
@jamilleks
http://achadosedetalhes.blogspot.com

Mariana Souza disse...

Oii Lindo blog.

Parabéns!!!

Segue??? Sigo de volta
com muito carinho :)

Bjo

http://meuryss.blogspot.com.br/

Postar um comentário